Luz do Farol [Poesia]

Ouça meu aúdio enquanto lê =) :

Após tantos anos em dolorosa escuridão,
por um minuto, vi a luz do farol.
Em terra banhada por sangue, com poeira a tampar o luar,
ainda assim, voltou a brilhar meu interior sol.

Achei que não suportaria tantas possibilidades de tormento.
De tudo fugi, até da minha própria identidade.
Mas me reergui com o seguinte juramento:
” Voltar a caminhar em direção da luz da verdade.”

Farol que brilha;
farol que me clareia as esperanças!
Sou barco que não conhece ilha
e que sempre em mar revolto se lança…

Desta vez sou mais potente:
desta vez vi a luz do farol.
E ainda que meu mastro e casco quebrar alguém tente,
vou lutar de minha viagem em prol.

Mesmo que por uma de segundo fração,
a luz do farol eu vi.
Que retorne a negridão!
Sei que não foi em vão que sofri.

Por Gisele Portes

Deixe uma resposta